ARTESANATO QUAL O PREÇO JUSTO?

Olá pessoal,hoje vamos conversar um pouco,sobre ARTESANATO,VENDAS,PREÇO IDEAL...
Vamos refletir, sobre o que devemos levar em conta, na hora de precificar nosso trabalho.
Pois quando deixamos de ser apenas artesãos e passamos também a vender nossas peças,precisamos aprender a calcular nossos gastos para obtermos lucro.
Aqui não darei uma fórmula para calcular e sim,compartilharei o que considero importante,na hora de por o preço nas peças.


                                       O ARTESANATO EM ALTA



                  Com a crise que o país enfrenta,o artesanato deixou de ser  só um hobby  e virou um meio de aumentar a renda das famílias.
Por isso homens e mulheres estão redescobrindo técnicas antigas e  criando novas artes.Até as crianças foram conquistadas pelo artesanato.
 O artesanato virou  um empreendimento  então temos que aprender a valorizar mais nossa arte.

                                           VALORIZAR É PRECISO

Por mais simples que seja uma peça artesanal,foi necessário tempo para fazê-la,dedicação,cuidado com os detalhes e esse diferencial deve ser levado em consideração na hora de cobrar.
Lembre se que sua arte é exclusiva.
Tenha sempre em mente que cada peça é única e isso deve influenciar no preço.

                                            TEMPO DE CONFECÇÃO
.
Por ser feita manualmente,o tempo é fundamental para a qualidade de sua arte, por isso calcule bem o tempo  gasto para produzi-la, não se apresse. Pois isso pode interferir na qualidade.
Muitas vezes esquecemos do tempo,quando colocamos o preço  e só percebemos o erro,quando estamos lotadas de encomendas.

                                           LOJAS VIRTUAIS

Para quem utiliza,ou pretende vender  nas lojas virtuais,procure conhecer bem tudo que a loja te oferece, o valor das tarifas sobre vendas, além dos gastos com embalagens.
Outro detalhe é que essas lojas trabalham com operadoras de cartão de credito,isso é um atrativo a mais, porém,é cobrado um valor pelo uso.

                                              MATERIAIS

Os materiais podem encarecer a peça,pesquise preços,qualidade do produto,em caso de compras em lojas virtuais,veja o valor do frete,se compensa, porque também irá afetar no calculo do custo..

                                              PESQUISE MUITO

E finalmente,faça pesquisas dos valores cobrados em produtos semelhantes,isso também pode auxiliar na hora de por preço em seu trabalho.
Não se deixe iludir por quantidade de vendas,vender muito com preços baixos demais,sem ter feito os cálculos dos  gastos,tempo e materiais pode gerar um grande prejuízo,seja profissional.

Não se esqueça de que artesão não é máquina,então na hora de dar desconto sobre quantidade,faça as contas,pois quanto mais peças,mais material,mais tempo,mais trabalho,mais esforço físico.
Este último às vezes damos pouca importância mas trabalhos manuais,são cansativos e podem gerar problemas de saúde,se exagerarmos nas horas de trabalho sem nos cuidarmos.

Enfim valorize seu trabalho sempre!!!!

Espero te ajudado a todos vender suas artes..

Comentários

  1. É verdade amiga! Muitas artesãs na ansiedade de vender suas por necessidade se esquecem de calcular o total com tempo gasto e o que se paga nas plataformas de vendas que diga-se é muuuito caro! Parabéns pela postagem bjs.

    ResponderExcluir
  2. Tania, que ótimo post. Realmente é preciso valorizar o trabalho, afinal, cada vez mais os artesãos se aperfeiçoam com técnicas e materiais de primeira linha.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada por seu comentário.
Deixe seu o link do seu blog,página ou canal para que eu possa retribuir.Volte sempre.

Postagens mais visitadas deste blog

NOVAS ARTES CHEGANDO...

MAIS UMA SUGESTÃO DE LEITURA PRA VOCÊS

TECENDO COM O TEAR DE PLASTICO

WORKSHOP DO ARTESÃO MARCELO NUNES

FOFURICES EM CROCHÊ