MEDICINA DO HORRORES-RESENHA

     MEDICINA DOS HORRORES-LINDSEY FITZHARRIS 


O livro conta a história do cirurgião Joseph Lister, que desenvolveu com sucesso, um método antisséptico, salvando muitas vidas,que antes pereciam das complicações pós cirúrgicas.


Joseph Lister passou grande parte de sua vida, dedicando-se a pesquisas sobre vários tipos de infecções . Mesmo enfrentando perdas familiares,dificuldades profissionais ele não dessistiu de tentar minimizar o sofrimento de seus pacientes.
O livro narra de forma detalhada omo eram feitas as cirugias na época.

 As cirurgias eram feitas sem nenhum tipo de higiene ou ou anestesia para horror dos doentes e aprendizado dos médicos da época.

Mostra também as dificuldades em se aceitar as mudanças e a luta sem trégua dos cirurgiões para vencer as infecções.Uma leitura fascinante pelo mundo do século passado através de sua medicina.
Uma oportunidade de conhecermos a evolução dos tratamentos médicos e de que maneira essas mudanças salvaram vidas.
Apesar do tema e de alguns detalhes narrados no livro parecem assustadores nos dias de hoje,poderemos ver como procedimentos, que hoje são corriqueiros eram ignorados no passado.
Essa medicina que praticava "horrores" evoluiu e hoje devido a dedicação as descobertas científicas do dr Joseph Lister, salva milhões de pessoas todos os dias.

 Lindsey Fitzharris, americana,autora e historiadora médica.

Comentários

  1. Olá, eu li medicina dos horrores tem um tempo e me lembro do impacto que a obra me causou é livro extremamente rico de história e evolução na área, porém muito assustador e as vezes intragável, porém se tornou um favorito como leitura.

    ResponderExcluir
  2. Oi Tania, sua linda, tudo bem?
    Eu já tinha visto a capa desse livro e juro que pensei que era uma história de ficção de terror. Não poderia estar mais enganada. Eu acho que esse livro causaria um choque em mim, pois lembro de como fiquei impressionada em um livro de romance de época falar sobre como chegamos ao uso da penicilina e a quantidade de pessoas que deixaram de morrer só por causa dela. Imagine o que toca às cirurgias? Como devemos ser gratos por todo esse avanço na medicina. Ótima dica.
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Seu comentário é a vida do blog.
se gostou, não deixe de seguir.